Relato Fernando

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

Relato Fernando Empty Relato Fernando

Mensagem  Fernando_RJ em Sab Jul 12, 2014 8:39 pm

Olá Amigos

Há anos tenho procurado um lugar como este. Sempre quando buscamos algum apoio para nos ajudar em relação a este vício, deparamos com sites religiosos, que na verdade, querem impor seus posicionamentos de crença em troca de uma suposta cura. Sempre tive aversão à este tipo de conduta. Apesar de ser espírita e acreditar em Deus, quero me ajudar de forma concreta e mais próximo da ciência.Acredito que  existam explicações espirituais para o que nós estamos passando, mas como falar disso é muito subjetivo, acaba que cada um tem sua própria noção do tema. Desta forma, prefiro trabalhar com o fato de que o vício em pornografia prejudica e podemos ver isso na nossa cara.
Li o e-book. Mas antes de conhecer o trabalho de Gary, eu mesmo tomei a iniciativa de parar de ver pornografia. A intensidade do sofrimento por ter que me obrigar a estar ali diante da tela todos os dias já estava me levando à loucura. E talvez não seja apenas por uma questão moral (até é também), mas por você perceber que se investe toda uma energia sexual diante de uma tela que mostra coisas que na verdade não troca nada com você. As imagens simplesmente fazem com que seu cérebro produza substâncias para que vc fique de pau duro mais intensamente e mais rápido. E ele (o cérebro se acostuma com isso). Bom... isso vcs já sabem.
Nesses 15 dias foi evidente a minha melhora diante das coisas em minha volta. Mais disposição, mais facilidade para se comunicar... uma experiência que na verdade já havia experimentado em outras ocasiões que ficava sem me masturbar com pornografia. Quando li o e-book com dezenas de relatos de usuários, só ratificou uma teoria que eu já tinha percebido: o vício na pornografia me deixou “lesado” e colocado boa parte do meu potencial de  vida nele. Sempre sofri assistindo pornografia, desde o início.
O primeiro vídeo pornô que assisti tinha 18 anos. E me lembro que estava ansioso para ver. Como sou gay, ficava envergonhado em como adquirir o VHS. Mas foi fácil. Consegui numa banca de jornal. Ejaculei cinco vezes ao assistir o vídeo. Pouco tempo depois, conseguindo acesso a outros vídeos, fui passando para uma outra fita todos os vídeos que ia alugando (até mesmo heterossexuais). E desde aquele momento já entrava em conflito. Por diversas vezes eu destruía essas fitas que ia compilando, porque sabia que aquilo ali estava me fazendo mal. Mas não adiantava... eu insistia na busca do prazer fácil. Hoje sei que se eu tivesse dado uma outro destino ao meu comportamento poderia ter me relacionado melhor com as pessoas em volta, e quem, sabe um relacionamento. Não é a toa que só fui namorar com 25 anos.
Todos nós, seres humanos, buscamos também pelo prazer. E natural que assim seja. Mas por comodismo, optamos por aquilo que é fácil. O meu desespero dentro desse vício foi aumentando no momento que os vídeos na internet foram ficando cada vez mais fáceis de se acessar. A internet 10MB ajudou muito para que eu procurasse cada vez mais tipos de vídeos, me levando a modalidades de vídeos que, sem querer entrar em julgamento, me faziam questionar o porque de eu estar gostando daquilo ali. Não seria muito melhor eu estar disposto para o prezer Real? E porque o prazer sexual deve estar ligado unicamente ao sexo?  Falta eu descobrir tantos outros prazeres que não dependa do meu pau ficar duro. É muito comum, quando eu vou numa boate e vejo um  cara interessante, meu pau subir imediatamente. Na verdade, é meu cérebro acostumado a mandar estímulos para o meu pau quando vê alguma imagem. Não quero me castrar, não é isso, mas apenas questiono se todos os instintos que eu tenho realmente são espontâneos e se não há como encontrar outras formas de se adquirir prazer.
Bom... eu quero muito trocar ideais com vocês, estou sofrendo muito ainda. Ssou do rio de janeiro, tenho 33 anos e sou servidor público. Tenho algumas dúvidas em relação a alguma coisas, mas vou criar um tópico para expô-las. Estava a prestes de ter uma nova recaída quando decidi escrever agora para o fórum.
Um abraço a todos. Obrigado.
Fernando_RJ
Fernando_RJ

Mensagens : 49
Reputação : 4
Data de inscrição : 12/07/2014
Idade : 39
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Magrao em Dom Jul 13, 2014 12:25 am

Bem-vindo, Fernando. Este fórum me ajudou muito na minha caminhada e ainda ajuda. Tem muita informação relevante aqui. Boa sorte!

_________________
Relato Fernando 1n8xf75zdhc
Relato Fernando Img?u=6491850416324608
Magrao
Magrao

Mensagens : 328
Reputação : 62
Data de inscrição : 02/03/2014

http://www.vivasempornografia.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Alex-RJ em Seg Jul 14, 2014 2:42 pm

Seja bem vindo Fernando.
Também sempre que buscava algum tipo de ajuda me deparava com sites religiosos, onde vc tem que negar o vicio a todo custo. Isso não funciona. Dizer que isso é coisa que vai contra Deus não é o suficiente, vc deve é entender o que acontece com o corpo e não atribuir simplesmente a uma entidade ou coisa parecida que toma conta de vc e faz de vc um fantoche. Também sou espírita e demorei muito pra entender o mecanismo do vicio. Temos sim é que nos conhecer, lembre-se do “conhece-te a ti mesmo”... é por ai.

Essa questão da energia é algo muito importante. Acredito que temos um “estoque” de energia e cabe a cada um de nós, direcionar esta energia pra qualquer coisa. Pro bem ou pro mal ou pra qq outra coisa. Sempre me via gastando energia (fluido vital, tempo, dedicação, atenção) e isso não agregava nada a mim como pessoa. Vem aquela sensação de tempo perdido quando você olha pra trás e vê o tempo que você ficou nesse comportamento. Era como se eu acordasse no dia seguinte após uma noite de PMO e parecesse que minha vida não existiu naquele período. Pios que isso, existiu sim e contribuiu de forma negativa para o meu processo de evolução.

Entender o pq a gene fica tão vidrado nessas imagens, já te “libera” de pensamentos que vc está sendo obsidiado ou coisa parecida. É uma coisa natural do ser humano, envolvendo questões de reprodução e perpetuação da espécie.

A gente acaba “formatando” o nosso cérebro a achar prazer somente dessa forma. Tudo que vc quer é prazer sexual. Uma vez me peguei pensando se eu ganhasse na mega sena um premio que não precisasse mais me preocupar com dinheiro pro resto da vida. O que eu faria da minha vida. A resposta veio logo: Comeria todas as mulheres possíveis, faria orgias teria mulheres a minha volta 24hrs por dia. Isso representa o pensamento de uma pessoa que só vê prazer no sexo. Não consegue ver prazer noutras coisas. Tipo família, filhos, amigos, um amanhecer ou simplesmente vc acordar e saber que está vivo.

Essa é a missão de quem tem esse vício. Saber que tem outras coisas que podem te dar prazer que não seja o sexo.

Espero que vc consiga encontrar aqui resposta para suas questões.

Alex-RJ
Alex-RJ

Mensagens : 150
Reputação : 35
Data de inscrição : 06/03/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Fernando_RJ em Dom Jul 20, 2014 2:22 am

Valeu pela mensagem Magrão e obrigado,Alex... suas considerações realmente vão ao encontro do que penso. Me faz um bem danado poder ler aqui coisas tão parecidas com o que sofro. E infelizmente, hoje foi um dia difícil. Já estava a mais ou menos 20 dias sem pornografia, mas mantendo o orgasmo e a masturbação, e acabei não aguentando a pressão. É terrivel meus caros... vem uma angustia tão forte. Mas eu dei mole.. acabei por ver um filme onde havia cenas mais eróticas e isso serviu de base para eu cair no porno de novo. Entrei num site e fui direto em algum vídeo de minha preferência. Foi muito rápido... quase que como um vômito mesmo. Mas estou seguindo a sugestão que há no e-book. Não vou me culpar... vou considerar um passo para trás, pois já estou me esforçando como nunca e já estou muitos dias sem ver pornografia. Não quero pensar que retorno ao ponto zero, mas que apenas caí uns pontos atrás. Chega! Já sofri muito me culpando...

Gostaria que vocês me dessem uma sugestão. Será que eu devo realmente aplicar o PMO, ao inves de me abster apenas da pornografia? E bom.. nem preciso dizer que ao ver o o filme com cenas mais eróticos serviu como gatilho... mas é foda, achei também que eu estava me censurando muito. Quem puder analisar minha situação e dar um help, agradeço mesmo. Abraço a todos.
Fernando_RJ
Fernando_RJ

Mensagens : 49
Reputação : 4
Data de inscrição : 12/07/2014
Idade : 39
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty r

Mensagem  Magrao em Dom Jul 20, 2014 9:59 am

Você deve se abster de PMO sim. No máximo ter O através de sexo com uma pessoa real.

Você não perde o que fez. A questão é que ao recair você reativa a rede neural do vício, que precisa não ser usada para ir se enfraquecendo. Mas é claro que os dias que você ficou sem PMO te colocam num outro patamar em termos de lidar com a compulsão. Nos primeiros dias você estará sob o efeito caçador e aí vai ter de bolar uma estratégia pra não se afundar em PMO. Mas passando isso, você estará num outro patamar, em que será muito mais difícil de recair. Seja porque aprendeu com a recaida, seja porque já vem há tempos acostumando seu cérebro a ficar sem PMO. Por isso você não volta do zero. A única coisa que eu recomendo é zerar o contador para você ter uma noção das dificuldades que vai enfrentar. Até o dia 20 após PMO a coisa é crítica, onde se dão a maioria das recaidas. Então zerar o contador ajuda a saber em que estágio você está, embora se você tenha ficado algumas semanas sem PMO antes de recair, isso não tenha sido um esforço em vão. Mas é importante zerar o contador também pra ter um "medo de zerar o contador" da próxima vez, o que pode ajudar a não recair.

E pense, se você foi pra PMO, é melhor ter feito isso uma vez, do que duas. Então não é pq recaiu que você pode jogar a toalha e se afundar em PMO. É zerar o contador, aproveitar aquela "calma" pós PMO pra bolar uma estratégia, sair de casa e já voltar pros trilhos da abstinência, sabendo que da próxima vez será mais fácil se manter no reboot, pois você já tem uma bagagem de semanas sem PMO antes daquela recaida.

Força aí, tamo junto!

_________________
Relato Fernando 1n8xf75zdhc
Relato Fernando Img?u=6491850416324608
Magrao
Magrao

Mensagens : 328
Reputação : 62
Data de inscrição : 02/03/2014

http://www.vivasempornografia.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Guilherme em Dom Jul 20, 2014 10:11 am

E aí Fernando, tudo bem? Eu acho que você está certo sim de não se culpar, tem que ser assim mesmo; mas se você recaiu, alguma coisa na sua estratégia está errado, e nisso você tem que fazer o esforço de mudar.

Com a questão de "Ficar apenas sem P ou ficar sem PMO", eu recomendaria você ficar sem PMO de uma vez. É como os outros dizem - "Dê um descanso para o seu corpo nesses dias!". E não é só por isso: quando você se masturba, tem o efeito caçador que te faz ter mais vontade de ficar em contato com a masturbação. E como a gente "enjoa" de ficar fazendo a mesma coisa mais de uma vez, seu corpo vai precisar de algo mais forte, e esse algo mais forte, claramente, seria masturbar-se vendo pornografia (ao contrário de masturbar-se sem pornografia), então é muito difícil.

Veja este trecho do e-book sobre isso.

Como eu posso me masturbar sem pornografia?

Muitos usuários relataram experimentos nesse sentido. Em resumo, o que eles perceberam é que se masturbar sem pornografia pode ter dois efeitos: o primeiro é que eles simplesmente não conseguem fazer isso, ou seja, o que move a masturbação são as fantasias e quando se suprime a pornografia ou mesmo as fantasias mentais parece impossível ou mesmo difícil se masturbar e chegar ao orgasmo, sendo que isso com o tempo passa a não ser mais uma necessidade. O segundo fenômeno é que se masturbar ativa o chamado "efeito caçador", ou seja, devido ao prazer proporcionado pela ejaculação você via ter vontade de se masturbar mais em seguido ou nos dias seguintes á masturbação (mesmo que sem pornografia), fato que te deixará mais próximo de uma recaída, justamente pelo fato de que é muito difícil se masturbar sem fantasias. A maioria dos usuários que relataram terem se curado do vício em pornografia, também relataram terem parado com a masturbação. Portanto, livre-se das fantasias e você se livrará do em masturbação. Porém, isso pode ser difícil, sobretudo no começo e, sobretudo para quem está viciado há muito tempo. A sugestão que algumas pessoas deram foi começar erradicando o vício em pornografia e, com o tempo, também erradicar a masturbação, fazendo apenas sexo normal e sem fantasias. Se você tiver que optar por masturbar-se com fantasias ou pornografia ou masturbar-se sem nada, escolha a última opção. As fantasias, aliadas á masturbação, orgasmo e a pornografia te levarão de volta ao vicio de pornô muito rapidamente.

E, para finalizar, eu queria falar que, toda vez que você pratica o ato de se masturbar sem pornografia, você lembra o seu cérebro sobre a pornografia, porque tudo é o mesmo (tirando a parte de vê-la, claro): o ambiente é particular; não tem ninguém perto (como no sexo); as fantasias correm na sua mente; você utiliza o tempo que você usava quando na pornografia; utiliza da mesma fricção (as mãos), resumindo, as conexões ligadas à pornografia, são ligadas à masturbação e, praticando este ato, você está ficando, de alguma forma, preso à pornografia.

Tudo isso, de acordo com a plasticidade do cérebro - toda vez que você tem um orgasmo com fantasias, seus circuitos "pornográficos" são reforçados.

Guilherme
Guilherme

Mensagens : 127
Reputação : 26
Data de inscrição : 07/04/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Fernando_RJ em Dom Jul 20, 2014 12:33 pm

Magrão e Guilherme. Obrigado mesmo pela resposta tão rápida. Me traz mais confiança saber que vocês compreendem o que estou passando. Eu não estava querendo ser tão rígido comigo mesmo. Algumas vezes que eu recorria à masturbação, tentava não fantasiar e até mesmo recorria a alguns acessórios de sex shop justamente para eu focar no contato com meu próprio corpo. Mas confesso que as fantasias começaram a ficar mais fortes depois. A burrice foi eu imaginar que ver um filme com erotismo não iria dar o start para minha volta à pornografia. Ontem mesmo, depois de ver o porno.. fiquei tentando a ver novamente, no mesmo dia. Já estou ciente da dificuldade que eu impus a mim mesmo. Embora esteja convicto que a pornografia está prejudicando e tenho me esforçado por 20 dias para sair dela, o simples fato de eu pegar uma vez já faz com o que eu retome o ciclo normal do vício.

Eu tenho umas indagações, que talvez vocês possam me ajudar. Há pessoas que veem pornografia de vez em quando, se excitam, tem orgasmo e elas não entram no ciclo vicioso. Pq, especificamente nós, entramos no vício. Seria um predisposição, assim como ocorre com os alcoólatras? E em relação à masturbação e às fantasias? A partir de quando estaríamos pronto para exercê-los sem se preocupar com recaídas?
Embora essas duas situações sejam gatilhos para a volta da pornografia, creio que elas não sejam coisas necessariamente prejudiciais se praticadas dentro de um nível saudável. Deveríamos considerar que o tempo mínimo estipulado de 90 dias seria mais ou menos garantidores de que nosso cérebro já estaria reprogramado para que pudéssemos construir uma nova conduta de masturbação e fantasias?

Desculpe.. é meu jeito mesmo para enfrentar as coisas da vida. Preciso perguntar muito. Smile

Mais uma vez obrigado pelo apoio de vocês. É fundamental.

Abraços.
Fernando_RJ
Fernando_RJ

Mensagens : 49
Reputação : 4
Data de inscrição : 12/07/2014
Idade : 39
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty r

Mensagem  Magrao em Dom Jul 20, 2014 12:51 pm

Muito bom, Guilherme. O Gary Wilson fala sobre repetir a mímica do vício, que isso reativa a rede neural do vício. Tipo, ficar olhando fotos de mulheres vestidas em uma rede social. Isso repete o comportamento da busca pela novidade. Então na prática aquilo tem um efeito de pornografia. Ficar se masturbando também é fazer a mímica do vício. Eu percebo que ficar demais no computador, navegando a esmo, com o quarto fechado (privacidade) tudo isso repete a mímica e o ambiente do vício. Ás vezes só de mudar de ambiente, ir pra sala da casa onde não só as pessoas podem te ver (sem privacidade portanto) como não é o ambiente em que geralmente você recai (quarto), as vezes só de fazer isso já passa a vontade da pessoa se masturbar.

E assim, controlar os pensamentos é bem difícil. Não sei como vocês fazem pra lidar com fantasias. Mas a partir do momento em que estamos nos masturbando já estamos gratificando as fantasias. A masturbação sem orgasmo também gratifica as fantasias e portanto volta a reforçar a rede do vício.

É um lance de reprogramação mesmo. Ao não gratificar as fantasias a vontade de ver pornô e se masturbar vai sumindo, e as próprias fantasias vão enfraquecendo e sumindo. Mas elas estão lá no nosso cérebro. Se voltamos a P e M, elas retornam do ponto em que parou (se você tinha fantasias com travestis por exemplo, se voltar pra P e M essas fantasias vão ser reativadas... Mas é claro que se você tiver algumas semanas de reboot vai ser mais fácil voltar a se livrar delas... Você não perde os dias que ficou sem PMO, mas recair é um perrengue...). Então nosso vício é sobretudo um vício em fantasias mesmo. E o lance é não gratificar. Cada vez que dizemos Não a vontade de PMO, estamos reprogramando, reeducando nosso cérebro.

_________________
Relato Fernando 1n8xf75zdhc
Relato Fernando Img?u=6491850416324608
Magrao
Magrao

Mensagens : 328
Reputação : 62
Data de inscrição : 02/03/2014

http://www.vivasempornografia.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Fernando_RJ em Dom Jul 20, 2014 4:23 pm

Magrão... quando você se refere a questão de ter uma rede social e ficar vendo mulheres vestidas... vc está se privando dessa situação de forma temporária ou permanente. Veja, não está apenas na rede social. Quando você cai no mundo vai ver o tempo inteiro essas mulheres e não tem como fugir das fantasias completamente. Eu entendol que a fantasia de um viciado em porno está voltada apenas para um unico objetivo: ter orgasmo vendo porno. E por isso... numa primeira etapa temos que evitar fantasiar. Inclusive o meu erro foi esse,. Acabei fugindo para a fantasia. De qualquer forma, não creio que o ideal, a longo prazo, seja não ter mais fantasias, mas a de saber controlá-las e não permitir que se torne um hábito vicioso. Não sei se estou viajando.

Fiz algumas perguntas no meu último comentário. Se alguém puder falar sobre...

Abraços...
Fernando_RJ
Fernando_RJ

Mensagens : 49
Reputação : 4
Data de inscrição : 12/07/2014
Idade : 39
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Magrao em Dom Jul 20, 2014 5:15 pm

Fernando_RJ escreveu:Magrão e Guilherme. Obrigado mesmo pela resposta tão rápida. Me traz mais confiança saber que vocês compreendem o que estou passando. Eu não estava querendo ser tão rígido comigo mesmo. Algumas vezes que eu recorria à masturbação, tentava não fantasiar e até mesmo recorria a alguns acessórios de sex shop justamente para eu focar no contato com meu próprio corpo. Mas confesso que as fantasias começaram a ficar mais fortes depois. A burrice foi eu imaginar que ver um filme com erotismo não iria dar o start para minha volta à pornografia. Ontem mesmo, depois de ver o porno.. fiquei tentando a ver novamente, no mesmo dia. Já estou ciente da dificuldade que eu impus a mim mesmo. Embora esteja convicto que a pornografia está prejudicando e tenho me esforçado por 20 dias para sair dela, o simples fato de eu pegar uma vez já faz com o que eu retome o ciclo normal do vício.

Eu tenho umas indagações, que talvez vocês possam me ajudar. Há pessoas que veem pornografia de vez em quando, se excitam, tem orgasmo e elas não entram no ciclo vicioso. Pq, especificamente nós, entramos no vício. Seria um predisposição, assim como ocorre com os alcoólatras? E em relação à masturbação e às fantasias? A partir de quando estaríamos pronto para exercê-los sem se preocupar com recaídas?
Embora essas duas situações sejam gatilhos para a volta da pornografia, creio que elas não sejam coisas necessariamente prejudiciais se praticadas dentro de um nível saudável. Deveríamos considerar que o tempo mínimo estipulado de 90 dias seria mais ou menos garantidores de que nosso cérebro já estaria reprogramado para que pudéssemos construir uma nova conduta de masturbação e fantasias?

Desculpe.. é meu jeito mesmo para enfrentar as coisas da vida. Preciso perguntar muito. Smile

Mais uma vez obrigado pelo apoio de vocês. É fundamental.

Abraços.

Recorrer a assessórios de sexshop na minha opinião entra na lógica da fantasia e do fetichismo. A única forma de prazer recomendada é o sexo a dois, sem fantasias. Sentindo a transa, e não imaginando (fantasiando) perversões não existentes ali. Acho que uma das coisas que o vício em pornografia/fantasia nos faz é nos tornar fetichistas. Assessórios de sexshop, na minha opinião, estão nessa lógica do fetichismo. Talvez por isso suas fantasias foram ficando mais fortes. O ser humano foi feito pra ter prazer com o outro. Objetos e fantasias são coisas artificiais. Nós nos viciamos em uma sexualidade artificial. Portanto, devemos buscar a natural: um ser humano com outro.

Acredito que boa parte dos viciados em pornografia vem de um histórico de timidez. O Gary Wilson diz que qualquer um pode se viciar em pornografia, diferente do alcoolismo que exige uma predisposição genética. Todo mundo é programado para espalhar os genes o máximo possível através do sexo. Então todos nós temos a predisposição ao sexo, todos nós podemos nos viciar em pornografia. Talvez as pessoas que não se viciem tenham mais vida social, logo descobrem o prazer de namorar, e acabam saindo da lógica da pornografia antes de se viciar. Mas se continuarem na pornografia, viciarão. Mesmo que você não seja viciado em pornografia, pode sentir os efeitos da pornografia, como a diminuição do desejo por parceiros reais, por exemplo.

E em relação à masturbação e às fantasias? A partir de quando estaríamos pronto para exercê-los sem se preocupar com recaídas? [...] Deveríamos considerar que o tempo mínimo estipulado de 90 dias seria mais ou menos garantidores de que nosso cérebro já estaria reprogramado para que pudéssemos construir uma nova conduta de masturbação e fantasias?

Acho que a partir de nunca. Você não deve fazer o reboot buscando uma nova conduta de masturbação e fantasias. Nós somos viciados em fantasias (que é a pornografia internalizada no cérebro, a qual a masturbação vem gratificar com dopamina). O reboot não apaga a rede neural do vício, ele te liberta da compulsão, das fantasias, mas elas continuam lá no seu cérebro adormecidas. Se voltar a se masturbar e fantasiar, elas voltarão e esse ciclo vicioso de masturbação-fantasia-pornografia retorna. Manja o ex-alcoólatra que não pode tomar um golinho de cerveja porque senão volta do patamar de vício onde tinha parado? É o nosso caso. Somos viciados. Nós devemos construir uma conduta de sexualidade natural, com um outro ser humano, sem fantasias, sentindo a transa, e não imaginando perversões fetichistas. E não tentar nos manter no mundo artificial da masturbação, fantasia e pornografia.

Sobre as fantasias. Eventualmente elas vem à cabeça? Sim. Mas cada vez mais fracas. O importante é não gratificá-las através de masturbação ou masturbação com orgasmo. Prazer só com uma pessoa real, sentindo a realidade da transa, sem imaginar fetiches ou perversões. É difícil? É. Porque nós nos acostumamos a ter prazer fácil, a qualquer momento, com a masturbação a pornografia e as fantasias. Mas isso substituiu nossa capacidade de ir atrás de uma pessoa para nos envolvermos, para nos ligarmos afetivamente a elas. A pornografia/fantasias/masturbação quebra a dependência antropológica que um ser humano sempre teve do outro para sentir prazer. É isso que precisamos reconstruir, essa necessidade do outro. Porque o prazer solitário não é natural e nos afundou a vida, nos escravizou.

_________________
Relato Fernando 1n8xf75zdhc
Relato Fernando Img?u=6491850416324608
Magrao
Magrao

Mensagens : 328
Reputação : 62
Data de inscrição : 02/03/2014

http://www.vivasempornografia.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Magrao em Dom Jul 20, 2014 5:21 pm

Fernando_RJ escreveu:Magrão... quando você se refere a questão de ter uma rede social e ficar vendo mulheres vestidas... vc está se privando dessa situação de forma temporária ou permanente. Veja, não está apenas na rede social. Quando você cai  no mundo vai ver o tempo inteiro essas mulheres e não tem como fugir das fantasias completamente. Eu entendol que a fantasia de um viciado em porno está voltada apenas para um unico objetivo: ter orgasmo vendo porno. E por isso... numa primeira etapa temos que evitar fantasiar. Inclusive o meu erro foi esse,. Acabei fugindo para a fantasia. De qualquer forma, não creio que o ideal, a longo prazo, seja não ter mais fantasias, mas a de saber controlá-las e não permitir que se torne um hábito vicioso. Não sei se estou viajando.

Fiz algumas perguntas no meu último comentário. Se alguém puder falar sobre...

Abraços...

O vício em pornografia é um vício em novidades. Se você está em uma rede social olhando fotos e mais fotos de uma pessoa vestida, você está buscando novidade, está repetindo a mímica, os movimentos mecânicos da época de vício. É claro que devemos banir todo tipo de excitação artificial. Reconheço que é difícil. Vivemos era de celular, rede social, facebook, etc. Mas principalmente durante o reboot você deve abandonar facebook essas coisas, pois ali há muitos gatilhos que te puxam pra uma recaída, como as fotos das pessoas, mesmo que vestidas.

_________________
Relato Fernando 1n8xf75zdhc
Relato Fernando Img?u=6491850416324608
Magrao
Magrao

Mensagens : 328
Reputação : 62
Data de inscrição : 02/03/2014

http://www.vivasempornografia.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Fernando_RJ em Dom Jul 20, 2014 6:27 pm

Magrão, li o e-book apenas uma vez e confesso que em teoria talvez eu não tenha as informações necessárias. Eu imaginei, ao ler o livro, que o que nos atrapalha é o vício da pornografia/fantasias. Eu me masturbo (masturbava) muito porque tem (tinha) pornografia. Fiz uso do acessório do sex shop justamente para mão fantasiar, perceber que aquele momento sou eu comigo mesmo. A mente fica livre de imagens. Não estou dizendo que essa é a solução, mas é apenas uma forma de neutralizar a busca louca pelo porno. Uma alternativa.

Eu compreendo que durante esses 90 dias tudo isso que to falando seja suspenso mesmo. Talvez precise até de mais tempo. Mas não consigo compreender que fiquemos para sempre sem o uso da masturbação, numa paronóia constante que caso se masturbe, será um gatilho. Como falei antes, masturbaria muito menos sem pornografia, pois ela tem o poder de dar energia para fazer todo dia.

Em suma, eu passando por esses 90 dias sem PMO, terei que avaliar minha situação sob esse contexto. Não ver pornografia e não fantasiar são de fato importantes. Agora... a questão de arranjar um parceiro nãoi depende apenas de nós e podemos ficar muito tempo sem sexo. Não entendo o porque da masturbação sem fantasias poderia ser ruim. Daqui a pouco estaremos pensando que vamos fazer sexo apenas depois do casamento. Até porque podemos simplesmente sair por ae fazendo sexo com duas ou mais pessoas por semana.
Fernando_RJ
Fernando_RJ

Mensagens : 49
Reputação : 4
Data de inscrição : 12/07/2014
Idade : 39
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Guilherme em Dom Jul 20, 2014 6:49 pm

Fernando, depois de feito um reboot sólido, e você sentir que masturbar-se sem fantasias não te fará voltar para a pornografia, não há problema algum. Gary Wilson sempre disse que não importa se as pessoas se masturbam ou não, ele disse mesmo é que quando se masturba durante o reboot, é mais difícil sair do vício.

Eu te digo: não se masturbe durante o reboot - para você fazer um reboot sólido. Depois de feito, não importa se você masturba ou não, a opção é sua mesmo.

O objetivo do reboot é restabelecer as suas conexões naturais, ou seja, depois dele feito, você não tem mais as características de um viciado. Claro que se você voltar para a raiz do problema, que é a pornografia, você pode voltar a se viciar, como qualquer outro (viciado ou não viciado). Mas se você se masturbar depois, não há problema algum. O único risco mesmo, é você acabar voltando para a pornografia no efeito caçador, mas isso é só você aprender a se segurar, sendo sincero com você mesmo.
Guilherme
Guilherme

Mensagens : 127
Reputação : 26
Data de inscrição : 07/04/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Fernando_RJ em Seg Jul 21, 2014 12:10 am

Oi Guilherme. Eu sigo exatamente a linha do seu raciocínio em relação à masturbação. Confesso que tenho que me esforçar em não fazer PMO durante pelo menos esses 90 dias. EU não tenho conseguido. COnsegui algum avanço pois fiquei muitos dias sem ver porno, mas acabei caindo. Agradeço suas sugestões e também digo que vou me esforçar para pô-las em prática. Quero aproveitar e mais uma vez agradecer a atenção de vocês e a receptividade. Conhecer a pesquisa de Gary, o e-book e este forum, foram fundamentais para eu tomar uma decisão mais sério sobre esse assunto. Valeu mesmo.. todo mundo.. Wink
Fernando_RJ
Fernando_RJ

Mensagens : 49
Reputação : 4
Data de inscrição : 12/07/2014
Idade : 39
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Alex-RJ em Seg Jul 21, 2014 11:26 pm

Fernando,
pelo que li nos seu posts, o seu questionamento era exatamente o que eu achava que ia acontecer.
Passar pelo período de rebooting, ficar curado e poder ver meu pornozinho em paz, sem varar a madrugada, apenas para relaxar... e seguir a vida.
Grande engano, os companheiros bem disseram, somos viciados e vicio não tem cura. O que existe é apenas controle.
O que o processo de rebooting faz com o nosso organismo é fortalecer o nosso racional, acima do emocional e assim vencer essa força brutal que é o vicio (em qq coisa).

Saber disso muda totalmente a forma como encaramos esse problema. Primeiro de tudo é não subestimar o vicio. Ele vai sempre nos acompanhar. Temos que ser vigilantes sempre. Saber que se não formos vigilantes, o vicio nos vence!
Infelizmente (ou felizmente) temos que encontrar prazer noutras coisas. Pois prazer em PMO, caracteriza vicio.
Assim como eu posso ir num bar e beber sem problemas, um viciado em álcool não pode ter esse comportamento.
Um viciado em álcool, pode assistir um videozinho pornô e se masturbar que isso não vai ser problema pra ele.
É isso, espero ter ajudado.
Abs!
Alex-RJ
Alex-RJ

Mensagens : 150
Reputação : 35
Data de inscrição : 06/03/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Fernando_RJ em Ter Jul 22, 2014 12:55 am

Oi Alex... eu não quis dizer nos meus comentários que haveria possibilidade de voltarmos a ver o porno. Sei que isso compoe o vício e teremos mesmo que manter o controle. EU me refiro a voltar com a masturbação, só que de uma outra forma, sem necessariamente vinculá-la à pornografia. Eu particularmente, percebo que quando não vejo pornografia, a vontade de me masturbar diminui bastante. Entendo também que nesse momento eu preciso me abster da PMO. Apenas não consigo compreender que teremos que deixar de se masturbar para o resto da vida, uma vez que a masturbação não deixa de ser uma expressão da sexualidade e, se feita de forma ponderável, não vejo um risco nela mesma. POsso estar teoricamente errado, e tb acho que não posso focar muito nisso agora e sim no rebott. Apenas me assusta a ideia de achar que a masturbação, pura e simplesmente, será um problema. Abs.
Fernando_RJ
Fernando_RJ

Mensagens : 49
Reputação : 4
Data de inscrição : 12/07/2014
Idade : 39
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Alex-RJ em Ter Jul 22, 2014 11:36 pm

Ola Fernando,
Me desculpe, entendi errado então. Realmente, ficar sem a masturbação é algo que nos atinge em cheio.
O problema é com relação a fantasia...se masturbar sem fantasia é algo estranho.
Eu mesmo tive problemas durante o meu rebooting. Não consegui ficar longe. Caí algumas vezes, mas sempre sem o uso da pornografia. Era como se fosse uma válvula de escape.. pra aliviar a tensão. Mas não aconselho. Sei que tive dificuldades por conta disso.
Abs!
Alex-RJ
Alex-RJ

Mensagens : 150
Reputação : 35
Data de inscrição : 06/03/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Fernando_RJ em Ter Jul 22, 2014 11:46 pm

Isso mesmo Alex. Eu arrisquei em me masturbar com fantasia e acabei indo para o caminho do porno. Recaí. Mas já sei onde errei e estou agora com uma nova postura. EU recaí no sábado e até agora não me deu vontade de pegar em porno. Tudo bem.. são apenas três dias. Mas, antigamente, ficar tres dias sem pornografia era uma tortura. Sinal que estou amadurecendo, creio. Mas to longe de contar vitórias.
Fernando_RJ
Fernando_RJ

Mensagens : 49
Reputação : 4
Data de inscrição : 12/07/2014
Idade : 39
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Fernando_RJ em Qui Jul 24, 2014 11:31 am

Amigos, estou realmente triste.

Sábado passado tive uma recaída e peguei em porno. Ontem à noite não estava aguentando de vontade e acabei me masturbando sem porno e fantasias. Mas hoje (quinta) já acordei incontrolável. Acabei vendo porno novamente. E tentei resistir. Horrível, ficar nessa luta, nesse conflito interno. Imagino que preciso me abster da PMO. Será que o falta de eu ter me masturbado ontem, ainda que sem porno, facilitou minha ida à pornografia? Juro para vocês que não está sendo fácil para mim. Não conseguo vislumbrar, de uma hora para outra, ficar 90 dias sem PMO. Mas ao menos estou tentando e ficando intervalos grandes sem pornografia.

É dificil ficar para mim sem masturbação. E me parece que quando eu me masturbo, há algo que me faz ir para a pornografia novamente. Bom.. se eu pudesse, escreveria aqui várias palavras emotivas para expressar meu descontentamento e minhas angustias, mas quero ser objetivo. Vocês podiam indicar para mim qual é o bloqueador exato que alguns de vcs devem usar para instalar no meu computador. Agradeço também se me derem detalhes da instalação.

Gostaria também de ouvir de vocês como fazem exatamente para consegui driblar o desejo da masturbação. É duro pessoal... hoje acordei com o pensamento fixo na pornografia. Converso isso com meu terapeuta.. a impressão que tenho é que eu não tenho poder de decisão em não pegar nela. O máximo que eu faço é ficar me remoendo antes, mas acabo pegando. Mas eu sei, que no fundo no fundo, depende de mim mesmo. Mas ainda não consegui encontrar a força, a fé.. sei lá.

Desculpe eventual pieguice. Estou realmente triste hoje.

Abs.
Fernando_RJ
Fernando_RJ

Mensagens : 49
Reputação : 4
Data de inscrição : 12/07/2014
Idade : 39
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Alex-RJ em Qui Jul 24, 2014 1:41 pm

Fernando,
Vou relatar aqui algumas coisas que aconteceram comigo e talvez possa te ajudar.

Quando eu estava no vicio (sabia que estava me fazendo mal, mas não pensava em sair) eu achava perfeitamente normal, trabalhar no computador em alguma coisa qualquer e ter uma aba do browser aberta em algum site pornô. Trabalhava e via pornografia ao mesmo tempo. Já dividia a tela do computador com duas janelas (trabalho e pornô)
Aquilo fazia parte da rotina. Um hábito criado e executado varias vezes.
Aquilo pra mim, deixava o serviço mais prazeroso, menos pesado.
Funcionava até como uma forma de estimulo. De saber que tinha trabalho, mas tb teria algo que me dava prazer associado.

Pq que eu não saia desse vicio? Pq que eu repetia isso de forma rotineira?
Justamente por achar isso natural. Na minha cabeça eu achava que isso fazia parte de uma forma inofensiva.

Porque hj vemos crianças cada vez mais cedo repetindo coreografias sensuais?
Simples, pq somos invadidos (por todos os lados) por esses estímulos. E como se não bastasse, vemos pais incentivando tais comportamentos.
A criança cresce achando que isso é normal. Que faz parte do mundo que ela vive.
O resultado disso já sabemos. O sexo cada vez mais banalizado.

Então concluindo, depois que eu passei a ver (de fato) que não era normal trabalhar num serviço qualquer e ter uma mulher trepando na janela do lado, passei a encarar isso de outra forma.
Passei a ter mais força para travar essa vontade de ter esse plus no meu trabalho.

O fato de acordar pensando em sexo e alimentar esse pensamento, vai dar força a esse sentimento sensual. Você vai precisar de muito mais força pra se livrar, do que se vc tivesse cortado logo no inicio do pensamento.

Lembre-se: Pensamento > sentimento > emoção > ação
como se fosse: Acordei pensando em sexo > Me senti bem com essa sensação > alimentei mais ainda a fantasia > comecei a me tocar > PMO

Espero ter ajudado.
Força aí!
Alex-RJ
Alex-RJ

Mensagens : 150
Reputação : 35
Data de inscrição : 06/03/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Guilherme em Qui Jul 24, 2014 2:08 pm

Muito boa, Alex. É isso aí mesmo Fernando, tenta cortar PMO pela fonte: direto do pensamento.

Essa forma que o Alex mostrou é correta sim: pensamento gera sentimento; sentimento gera emoção, e a emoção gera uma ação.

Então, como todos falam mesmo: não recompense seu corpo com fantasias. Quando elas virem à sua mente, evite-as, faça de tudo para evitá-las. Evitando-as, isso virará um hábito e você acabará eliminando a força motriz para seu PMO, que são as fantasias.

Eu acho que esse é o segredo para conseguir terminar o reboot: faça esforço para não prolongar fantasias sexuais; corte-as logo que aparecerem. No começo vai ser difícil, mas depois será mais fácil, pela simples razão de você ter internalizado essa ação, que virará hábito.
Guilherme
Guilherme

Mensagens : 127
Reputação : 26
Data de inscrição : 07/04/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  new em Qui Jul 24, 2014 4:21 pm

Sobre cortar as fantasias no meio, meditação é um remédio poderoso. Comecei a praticar meditação e no começo era uma droga, nunca focava minha atenção no "não pensar nada". Depois de uns 10 dias praticando de forma insistente, 2x por dia, 10 minutos cada, eu peguei gosto e fiquei viciado na coisa.

Alguns pontos importantes: o "não pensar em nada" não é exatamente não pensar em nada, mas não se deixar envolver por pensamentos que lhe acometem durante a prática da meditação. Você está focado no ponto cego, começa a pensar em algo e ignora. Isso é um treinamento para focar sua atenção. Desviar sua atenção de pensamentos malévolos, seja eles relacionados à vida social, trabalho etc, de forma automática, lhe rende menos stress... ALÉM DISSO, para nós, nos ajuda a desviar o foco quando pensamentos em fantasias.

Eu recomendo para todo mundo.
new
new

Mensagens : 201
Reputação : 22
Data de inscrição : 07/07/2014
Idade : 31
Localização : são Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty meditação

Mensagem  Leandro-sp em Sex Jul 25, 2014 2:14 pm

valeu pela dica new, vou tentar essa tal meditação.
Até encontrei esse vídeo do Bem Estar ensinando a meditar com a respiração.

http://globotv.globo.com/rede-globo/bem-estar/v/aprenda-uma-tecnica-de-meditacao/3498255/
Leandro-sp
Leandro-sp

Mensagens : 238
Reputação : 22
Data de inscrição : 11/07/2014
Idade : 30

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Fernando_RJ em Sex Jul 25, 2014 8:12 pm

Cara, sem querer ser piegas, mas realmente vocês ajudam de fato, obrigado mesmo pelas respostas tão rápidas. Alex, valeu mais uma vez por essa moral, e você está certíssimo. Eu recaí na quinta de manha. Tenho obervado desde então como meu pensamento começa. E de fato, sim, começa pelo pensamento. E quando percebo isso, corto. Ou penso em outra coisa, ou penso em nada. Amigos, é um trabalho muito difícil. EU tenho também a doutrina espírita que, na verdade, sempre falou isso a respeito do pensamento. Existe até uma máxima: Vigiai e Orai. Mas, sinceramente, sempre achei que essa coisa de cortar o pensamento pudesse ser algo meio agressivo. Soava para mim como se estivéssemos nos punindo por pensar. Mas, de vez por todas, vejo que não é isso. Existe um objetivo de largar o vício. Então não tem jeito, vou ter que cortar certos pensamentos. Agora que tenho este objetivo, acho que consigo visualizar melhor a situação.

Fazendo um histórico do meu processo de tentativa de largar o vício, tenho o seguinte: Fiquei 15 dias sem ver porno (antes de conhecer o e-book). Daí recaí e vi porno por 3 dias consecutivos. Conheci o e-book e foi o que me deu força para voltar a tentar. Fiquei 20 dias sem porno e recaí nesta quinta de novo. E percebi nesta última recaída a dificuldade mesmo de sair da vontade depois que já estou no estágio do sentimento e da emoção. Agora compreendo que é muito difícil nos controlar nesse estágio, é quase que como uma força irresistível. Sim, amigos, observar o pensamento, ver o que ele está propondo. É isso mesmo.

Verdade que recaí, mas juro pra vocês, não vejo mais condições de aceitar as condições que eu estava antes no vício. O tempo e energia gastos. Apenas por não ver pono por curto período, é possível notar a diferença no nosso dia a dia, no trato com as pessoas e tudo mais. Ao menos, a cada recaída, estou aprendendo um fato novo. Ainda que eu recaia, eu me observo em tudo. EU não posso cobrar perfeição de minha parte e não sei se ainda vou falhar no processo de rebott, mas jamais vou permitir que meu comportamento torne escravo de uma tela de computador fria e sem vida.

Acho que esse forum está no caminho certo, ainda que na contramão dessa nosso sociedade mesquinha que ou censura e reprime o sexo (através dos moralistas e religiosos) ou o libera de forma irrestrita, alegando que se "sexo é vida" todas as formas de prazer são convenientes. Estúpidos são ambos os lados.

Obrigado ao Guilherme e ao new também por acrescentar ao texto do Alex. Abração
Fernando_RJ
Fernando_RJ

Mensagens : 49
Reputação : 4
Data de inscrição : 12/07/2014
Idade : 39
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Alex-RJ em Sex Jul 25, 2014 10:06 pm

É isso aí galera. Um ajudando o outro.
Não esqueço qdo entrei nesse fórum. Pouquíssimas pessoas.... Acho que 3 ou 4...E aos poucos, as pessoas foram descobrindo, se registrando e formando essa rede de amigos que compartilham de um mesmo desejo: se livrar (controlar) desse vicio.
Mesmo no futuro, quando meu controle estiver mais consolidado, não penso em sair daqui. Quero poder de uma forma ou de outra, contribuir no que puder.
Torço para que esse seja o pensamento da maioria aqui. E este site seja um ponto de luz para as pessoas que buscam entendimento e força.

abs!
Alex-RJ
Alex-RJ

Mensagens : 150
Reputação : 35
Data de inscrição : 06/03/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relato Fernando Empty Re: Relato Fernando

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum